Faça parte de nosso marketplace! Cadastre-se aqui.
Páprica Picante 100 % Natural 80 g - Kampo de Ervas

Páprica Picante 100 % Natural 80 g - Kampo de Ervas

Cód.: VZ2268   |   Vendido por:  A Botica Orgânica
Varejo

R$ 30,95

R$ 23,21

Ver parcelas

Descrição do produto

Família: Solanaceae    Classificação: Especiaria   Composição: Páprica e pimenta calabresa

 

Utilização na culinária: A páprica pode ser doce, agridoce ou picante, dependendo dos pimentões, da quantidade de sementes moídas e de nervuras incluídas no pó. Os sabores variam do pouco defumado ao encorpado, ou um pouco pungente com notas amargas. É uma especiaria de aroma delicado, com notas de caramelo, toques frutados, defumados ou picantes. Não é recomendado superaquecer a páprica pois fica com gosto amargo. As partes utilizadas são os frutos desidratados.

 

Na Hungria, a páprica é predominante, sendo utilizada como base do goulash (frita levemente com cebola na banha de porco), das paprikás de vitela ou de frango e do pörkölt de pato ou de ganso. Na Hungria, nos Bálcãs e na Turquia, a páprica é mais comum nas mesas do que a pimenta do reino. Na Espanha, é utilizada em sofrito (uma mistura de cebolas e outros ingredientes fritos no azeite que forma a base de diversos pratos de lento cozimento), batatas, arroz, peixes, omeletes e é essencial no molho romesco. No Marrocos, é utilizada em misturas de temperos, nos tangines e na chermoula. Na Turquia, usam a páprica para temperar sopas, legumes e pratos com carne, especialmente o offal. Na Índia, usam principalmente para dar cor aos pratos. Em todos os lugares, a páprica é essencial em salsichas e outros produtos com carne.

 

Ela pode ser usada com carne bovina, vitela, queijos brancos, frango, pato, carne de porco, arroz e a maioria dos legumes e verduras. Pode ser utilizada junto com pimenta da jamaica, alcaravia, cardamomo, alho gengibre, orégano, salsa, pimenta do reino, alecrim, açafrão, tomilho, cúrcuma, iogurte e sour cream (creme azedo).

 

História: A páprica é nativa das Américas e foram plantadas na Espanha pela primeira vez em 1492, depois da viagem de Colombo. Foram os espanhóis que secaram e moeram os pimentões. Mais tarde, as sementes chegaram na Turquia e foram plantadas lá e no Império otomano inteiro. Apenas no século XIX a páprica foi considerada adequada aos “estômagos sofisticados”.

Perguntas

Pergunte ao vendedor

Você precisa estar logado para fazer perguntas. Clique aqui para entrar ou fazer um cadastro